Revelando São Paulo – 15/01/2016 – Comida tradicional do Congado Atibaiense é destaque no Revelando

O Virado é um elemento de muita identidade com a Mesa Paulista. No Festival de Atibaia, ele representa a cultura caipira e conta um pouco a trajetória de nosso estado como uma iguaria tropeira

Por sua praticidade, o Virado era o prato usual de monçoeiros e tropeiros. E por onde passaram deixaram sua marcas, muitos comuns e difusas pela Cultura Caipira e Piracuara. Ponto Macio, consistência macia, é o ponto dos Virados e que só a Farinha de Milho , que não possui amido, pode dar.

A Mesa Paulista presente no Revelando São Paulo Entre Serras e Águas apresenta a culinária tradicional de São Paulo. Um desses sabores marcantes que podemos encontrar no Festival são os Virados de Ervilha e Banana, de grande tradição da anfitriã Atibaia. A cidade que recebe o Revelando São Paulo traz essa receita todos os anos, o prato leva esse nome pela forma como é preparado, pois depois de acrescentar a farinha de milho deve-se mexer e `virar` bem.

Muito confundido com o Tutú, o diferencial da receita é a farinha usada. Para o Virado é usada a farinha de milho, já o Tutú é feito com a farinha de mandioca. Como grande produtora de ervilha na década de 50 e 60, os atibaienses desenvolveram a receita com a iguaria da região. A gerente de folclore e cultura popular da prefeitura de Atibaia e pesquisadora de cultura tradicional, Lilian Vogel, se dedicou durante quase dois anos a buscar a receita mais comum na região.

A pesquisadora conta que o Virado de Ervilha não ficou tão conhecido na zona urbana devido a concorrência com as ervilhas importadas da argentina e a mudança do plantio de feijão ao invés das ervilhas, que por uma série de fatores, como por exemplo o clima, estava mais rentável aos produtores.

A essência dessa receita é a ervilha e a farinha de milho branca. O outro ingrediente também usado por consequência da grande plantação de milho branco na região de Atibaia e Itatiba. A região dos bairros do Portão, Maracanã e Ribeirão dos Porcos, local da congada vermelha, era onde se consumia a comida.

Além da boa comida você pode apreciar os artesanatos e outras atrações no palco como folias de Reis e Divino, Orquestras de Viola, Violeiros, grupos de Catira, Congos e Moçambiques.

IX Revelando São Paulo – Entre Serras e Águas
Data: 20a 24 de janeiro
Horário: das 9h às 21h
Local: Parque Municipal Edmundo Zanoni
Endereço: Avenida Horácio Neto, 1030 – Atibaia

Entrada franca

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support